terça-feira, 17 de maio de 2011

Gosto quando me tocas no rosto,
quando sinto os teus dedos procurar os meus contornos
como se procurassem acalmar a dor que as palavras não conseguem afagar!

1 comentário:

  1. Também gosto...
    E de o fazer também.
    Beijos, querida amiga.

    ResponderEliminar